Feirinhas de natal 

image
Foto: Filip Wolak

Nova York fica linda com as decorações de natal. E fazer compras em dezembro vira uma festa!

Se estiver passando pela cidade, não esqueça de conferir as feirinhas de natal. Nelas, você acha de tudo: desde roupas, velas, sabonetes, brinquedos… até comida!

Bank of America Winter Village at Bryant Park

screen-shot-2016-12-07-at-2-32-22-pm

As 125 lojinhas ficam ao lado da pista de patinação no gelo. Programa completo! 

Até 2 de janeiro.

Union Square Holiday Market

image-1

Mais de 150 quiosques com produtos nacionais e internacionais: artesanato, joias, acessórios…

Até dia 24 de dezembro.

Artists & Fleas at Chelsea Market

image-3.jpg

Artists & Fleas, trendy bazar temporário dentro do Chelsea Market.

Grand Central Holiday Fair

image-2

Nada mais romântico do que fazer compras de natal na feirinha dentro da estação de trem mais charmosa da cidade.  Confira também a constelação estampada no teto da estação.

screen-shot-2016-12-07-at-2-49-38-pm

Até 24 de dezembro. 

Columbus Circle Holiday Market

img_5806

Mesmo estilo da feirinha da Union Square. As 100 barraquinhas oferecem produtos feitos à mão por artistas locais, comidinhas, etc e tal, e fica na entrada do Cental Park. Então, uma bela caminhada pode ser adicionada ao programa.

Até 24 de dezembro.

Aproveitem!

É tempo de festa

A temporada de férias começou. As lojas já decoraram suas vitrines e a gigantesca árvore de Natal vai ser acesa nesta quarta-feira (30) no Rockefeller Center. Nova York está em festa e aqui vão algumas sugestões do que fazer no mês de dezembro:

Radio City Christmas Spectacular:

US-ENTERTAINMENT-ROCKETTES

Há mais de 90 anos, as famosas Rockettes do Radio City apresentam o show de Natal em Manhattan. Novos atos são adicionados anualmente, mas as performances dos Soldados de Madeira, Rag Dolls e natividade são assinaturas das Rockettes. No espetáculo, o Papai Noel também ajuda a espalhar o espírito de Natal.

http://www.radiocity.com/events/2016/november/christmas-spectacular.html

Até dia 2 de janeiro.

The Nutcracker

the-nutcracker-credit-new-york-city-ballet.jpg

A produção anual do New York City Ballet The Nutcracker, de George Balanchine, traz o  brilho do ballet clássico para o Lincoln Center. Com a trilha do compositor Tchaikovsky, trajes deslumbrantes e efeitos de luz, o espetáculo é imperdível!

http://www.newyorkcitytheatre.com/theaters/davidhkochtheater/nycb-the-nutcracker.php

Até dia 31 de dezembro.

Cyndi Lauper & Friends Home for the Holidays

lauper-credit-true-colors-fund.jpg

Cyndi Lauper está trazendo o espírito festivo para Upper West Side com o 6º concerto beneficente para o Fundo True Colors: “Cyndi Lauper & Amigos: em casa para os feriados”. Carson Kressley será anfitrião do evento, que trará ainda as participações especiais de Aloe Blacc, Judy Gold, Sara Ramirez e Theresa Caputo. O True Colors Fund é a organização fundada por Cyndi Lauper que visa combater a falta de moradia na comunidade LGBT.

https://goo.gl/8aruue

Somente dia 3 de dezembro.

Carnegie Hall & The New York Pops: ‘Twas The Night Before Christmas

new-york-pops

Mais uma vez, a orquestra de New York Pops está comemorando a temporada no Carnegie Hall. Este ano, ela interpreta o poema clássico “Twas The Night Before Christmas”, que será narrado por John Bolton e acompanhado por uma performance do New York Theatre Ballet.

http://www.newyorkpops.org

Somente dia 18 de dezembro

 

Supermoon

A lua esta passando mais perto da terra. Por isso, conseguimos enxerga-la 7% maior do que o normal e 15% mais clara. Daí o nome superlua.

A última vez que a órbita da lua passou tão perto da gente foi em 1948.

Se você perdeu o espetáculo visual de ontem, não se desespere! Você ainda poderá viver esta experiência hoje. Se não, terá que esperar 18 anos para um novo show.

Não percam!

Nova York protesta

Descontentes, milhares de manifestantes anti-Trump saíram às ruas de Manhattan na quarta-feira (9 de novembro) e caminharam da Union Square até o Trump Tower, cerca de 3km, onde mora o presidente eleito. 

O público cantava “Not my President” (Não é meu presidente), “racist, anti-gay, Donald Trump go away” (racista, anti-gay, Donald Trump vá embora), “New York hates Trump” (Nova York odeia Trump).

Mas o protesto não foi privilégio somente dos nova-iorquinos. Alimentadas pelas mídias sociais, manisfestações espalharam-se pelo país, estradas foram bloqueadas e imagens do presidente eleito foram queimadas. E mais protestos estão agendados até sábado (12).

Pelo que tudo indica, grande parte dos americanos não estão “comprando” as mensagens de união expressas nos discursos de Hillary Clinton e do presidente Obama após a vitória de Trump. Os próximos 4 anos serão, no mínimo, tumultuados.

Alamo 

Alamo, mais conhecido como o cubo da Astor Place (duas quadras entre Noho e East Village), foi reinstalado de depois de 2 anos de sumiço. É que em 2014 a obra de arte foi retirada do local para não atrapalhar reforma do espaço público que inclui uma pracinha para pedestres.


O Alamo foi criado pelo artista Tony Rosenthal e instalado na Astor Place em 1967. A escultura logo tornou-se referencia para ponto de encontro.

Dreamlands: Immersive Cinema and Art, 1905-2016

whitney

O museu Whitney de Nova York, apresenta Dreamlands: Immersive Cinema and Art, 1905-2016.  A exposição mostra como alguns artistas montam e desmontam as convenções do cinema – tela, projeção, escuridão – criando novas experiências.  Tecnologicamente, este é o projeto mais complexo do novo museu Whitney até à data.  Mais de cem anos trabalhos estão instalados na galeria do 5º andar do museu.

Confira o video:

dreamlands

Uma mostra de filmes acompanha a exposição.

Para mais informações, clique aqui.

 

 

 

Cidade dos Super-Heróis

Super-heróis e fãs de ficção científica invadem Nova York.

Durate 4 dias a cidade celebra histórias em quadrinhos e transforma o centro de conveções Javits numa revista animada.

Discussões sobre cultura popular, apresentações de celebriades e fãs fantasiados de personagens em quadrinhos participarão do evento que acontece também no Madison Square Garden e Hammerstein Ballroom.

Lançado em 2006, o New York Comic Con comemora seus 10 anos com uma programação de eventos para entusiastas de todas as idades: serão exibidos o clássicos “Batman and Roger Corman” dos anos 60, “Star Wars” dos 70, “Real Genius” 80 e “Power Rangers” dos 90.

Entre os convidados estão o astrofísico Neil de Grasse Tyson e as estrelas do elenco da série “Marvel’s Iron First” da Netflix.

Os ingressos para New York Comic Con já estão esgotados, mas os eventos serão transmitidos online.

Para mais informações sobre o evento, visite newyorkcomiccon.com.

 

Nova York por aqui…

Terminaram oficialmente as férias escolares de verão. E na semana da volta às aulas começa também a NY Fashion Week. fashion-weekDurante 9 dias Nova York mergulha no mundo da moda. Diariamente, as centenas de shows em diferentes pontos da cidade, abrigarão um batalhão de editores de moda, bloggers, estilistas e fotógrafos, trazendo quase US $ 900 milhões para a área metropolitana de Nova York.

A maior parte dos desfiles acontecem no Skylight at Moynihan Station (360 W 33rd St.), Made @ Milk Studios (450 W 15th St.), F.Y.I. @ MADE (449 W 14th St.), The Shop @ NYFW: The Shows (875 Washington St.), Skylight Clarkson Sq (558 Washington St.)

Os ingressos para os desfiles não estão disponíveis ao público em geral.

Convenção Democrata 

O quentinhas está em Filadélfia, cidade histórica do estado da Pensilvânia, onde a constituição e declaração da independência dos Estados Unidos foram assinadas, e onde acontece esta semana a convenção democrata. Terça-feira (26 de julho), a ex-secretaria do Estado americano Hillary Clinton, tornou-se oficialmente candidata à presidência da república americana pelo partido democrata e a primeira mulher a representar um dos principais partidos políticos dos Estados Unidos. Ela deverá aceitar sua indicação nesta quinta-feira (28 de julho). 

Bill Clinton
O principal discurso da noite de terça, foi o do ex presidente Bill Clinton que narrou o namoro do casal e a trajetória da esposa no serviço público de forma doce, mas direta e afirmou “ela é uma curiosa insaciável, uma líder natural, organizada e a melhor agente de mudanças que já conheci”.

Michelle Obama
Na noite da abertura, segunda-feira (25 de julho), a estrela foi Michelle Obama. A primeira dama dos Estado Unidos energizou a plateia ao dizer: “Eu acordo todas as manhãs numa casa que foi construída por escravos, e vejo minhas filhas, 2 jovens mulheres negras, lindas e inteligentes, brincando com o cachorro no gramado da Casa Branca, e por causa da Hillary Clinton, minhas filhas, e todos nossos filhos e filhas, podem agora tomar como certo que uma mulher pode ser presidente dos Estados Unidos”. 

Bernie Sanders
O senador Bernie Sanders, que também concorreu a vaga de candidato à presidência, fechou a primeira noite endossando Hillary.

Quarta-feira (27 de julho), são esperados os discursos do ex-prefeito de Nova York Michael Bloomberg, do vice-presidente Joe Biden, do atual candidato a vice Tim Kaine e do presidente dos Estados Unidos Barack Obama.

O Quentinhas vai conferir!

Convenção Republicana

FullSizeRender

Por aqui, o assunto da semana é a Convenção do Partido Republicano que acontece em Cleveland, Ohio, e que acaba de oficializar a candidatura do empresário Donald Trump à presidência dos Estados Unidos.

Uma série de protestos foram programado para a a semana, com aproximadamente 50 mil manifestantes e forte presença de agentes do FBI.

Um grande número de políticos do partido republicano não atenderão a convenção em sinal de protesto à candidatura do empresário, entre eles o ex presidente dos Estados Unidos George Bush.

O tema da convenção é “Make America Great Again” (faça a América grande novamente) e explora os temas segurança nacional, imigração, comércio e trabalho.

Veteranos, políticos, líderes religiosos, e membros da família do candidato Trump ocuparão o palco da Quicken Loans Arena até quinta-feira (21 de julho).

No primeiro dia, o destaque foi o discurso da esposa de Trump, Melania. Ela foi acusada de plágio pela imprensa americana, que exibiu trechos idênticos aos do discurso que a primeira-dama Michelle Obama fez na Convenção Democrata em 2008.

E a semana está somente começando.

ladies